Você é muito bem-vindo aqui!

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Chuvas tiram mais de 13 mil pessoas de suas casas no Rio (pura falta de planejamento dos governantes)

Desabrigados

Em Sapucaia, morreram oito pessoas, sendo duas crianças. Cardoso Moreira tem mais de quatro mil desalojados ou desabrigados

Moradores tentam salvar pertences no deslizamento de terra em Sapucaia: suspeita é de que 20 pessoas estejam sob os escombros Moradores tentam salvar pertences no deslizamento de terra em Sapucaia: sete pessoas morreram, e 12 estão desaparecidas (Divulgação/Prefeitura de Sapucaia)
Aproxima-se de 13 mil o número de pessoas obrigadas a deixar suas casas devido à força das enchentes no Rio de Janeiro. São 10.601 desalojados, sendo quase 7 mil em Cardoso Moreira e Itaperuna. Na madrugada desta segunda-feira, um deslizamento de terra atingiu oito casas no distrito de Jamapará, em Sapucaia, matando sete pessoas, sendo duas crianças. Equipes de busca e salvamento continuam no local e contam com o auxílio de cães farejadores. Pelo menos 12 pessoas estão desaparecidas. O município contabiliza ainda uma oitava morte decorrente do desabamento de uma casa, sem relação com o deslizamento. Também foi registrado um óbito em Laje do Muriaé.

Na noite de domingo, a força do rio Muriaé levou ao rompimento de um dique, em Cardoso Moreira. O município é o que tem mais pessoas fora de casa por causa das chuvas. Já são 3.974 pessoas desalojadas e outras 910 desabrigadas, segundo o último boletim da Defesa Civil. A situação também é grave em Itaperuna, onde há 3 mil desalojados e outros 106 desabrigados. Em Campos dos Goytacazes, são 1600 desalojados e mais 800 desabrigados.
http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/chuvas-tiram-mais-de-13-mil-pessoas-de-suas-casas-no-rio
VEJA

Nenhum comentário:

Postar um comentário